Dona Jeanne começou a sua “carreira” de estilista quando os vestidos de sua filha, Marguerite, começaram a chamar a atenção da sociedade parisiense. E era Jeanne que costurava os vestidos para esta amada filha – tanto que a logo da Lanvin é uma mãe com uma filha.

Daí que ela fazia uns “duos” de vestidos semelhantes pra pequena e pra mãe, que as mulheres adoraram. Ok, ela já possuía uma chapelaria nesta época (início do século XX),  mas o reconhecimento vem com a costura destes vestidos. Eram modelos com um quê de romantismo evidente, ainda que se adequasse à época – belle époque, twenties, anos 40, etc. Bordados, babados, miçangas, com uma minúcia e uma delicadeza que eram características da maison. Uma espécie de releitura do período vitoriano, com uma certa austeridade suavizada. Um bom exemplo são os drapeados de tecido estruturados utilizados em alguns de seus modelos.

Em 1923, entre suas empresas está uma fábrica de tintas, que irá constituir a famosa paleta Lanvin, através de fórmulas e cores elaboradas com exclusividade. Mas, sem dúvida, a cor mais famosa é o chamado azul Lanvin.

Após a morte de mme Lanvin, sua filha assumiu o controle da empresa. Desde 2002, Alber Elbaz (ex-Yves Saint Laurent) ocupa este cargo. A Lanvin é a mais antiga maison francesa em atividade.

Recentemente, uma campanha publicitária da marca (Falls 2011) chamou atenção por utilizar um recurso inusitado – a dança, de uma forma descontraída e alegre – para promover a coleção.


Detalhe que o Elbaz participa do vídeo! Quem consegue descobrir quem é ele? 🙂

Fontes: Wikipedia, This Girls Vintage, Nostalgia da Moda, Fashion Bubbles, Acho Chic, Oficina de Estilo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s